entainpartners

entainpartners - Mamonas Assassinas, Gabriel Diniz e Ricardo Boechat; relembre acidentes aéreos com famosos

Na tarde desta sexta-feira, 5, a cantora goiana Marília Mendonça morreu em acidente aéreo em Minas Gerais. Nos últimos anos, Gabriel Diniz, Ricardo Boechat e Eduardo Campos foram algumas das vítimas de situações parecidas

A morte da cantora goiana Marília Mendonça na tarde desta sexta-feira, 5, em Minas Gerais, foi mais um episódio em que um acidente aéreo ocasionou o óbito de uma pessoa famosa. Nos últimos anos, o jornalista Ricardo Boechat, o cantor Gabriel Diniz e o candidato à presidência do PSB Eduardo Campos são alguns dos casos em que vidas foram perdidas nestas condições.

Nos fim dos anos 1990, os cinco integrantes da banda Mamonas Assassinas também foram vítimas de um acidente, em que um avião se chocou contra a Serra da Cantareira, no estado de São Paulo. Já em 2015, Luciano Huck e Angélica conseguiram sobreviver a um pouso forçado em Mato Grosso do Sul.

Seja assinante entainpartners+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Relembre os acidentes

Mamonas Assassinas (1996)

Mamonas Assassinas
Mamonas Assassinas (Foto: Divulgação )

Há 25 anos, os cinco integrantes da banda Mamonas Assassinas morreram em um acidente de um jatinho alugado no dia 3 de março de 1996, após se chocar contra a Serra de Cantareira, em São Paulo. Na ocasião, os músicos voltavam de uma apresentação em Brasília para passar a noite com suas famílias, para partir em seguida para uma turnê em Portugal. As informações são do Memória Globo.

O acidente teria acontecido após o piloto do avião fazer uma manobra arriscada, desrespeitando as normas de segurança da aviação pela companhia de táxi aéreo, de acordo com o Departamento de Aviação Civil. Durante as investigações, foi levantada a hipótese de que um dos músicos estaria ocupando uma das poltronas restritas, mas peritos afirmaram que apenas o piloto e copiloto estavam na cabine de comando no momento do acidente.

>>“Da utopia à plenitude da irreverência”, confira especial do entainpartners sobre a banda

Eduardo Campos (2014)

Eduardo Campos herdou grupo de Arraes e organizou hegemonia estadual
Eduardo Campos herdou grupo de Arraes e organizou hegemonia estadual (Foto: Roosewelt Pinheiro/Ag. Brasil)

O então candidato à presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, morreu na manhã do dia 13 de agosto de 2014, após sofrer acidente aéreo em São Paulo. Ele viajava do Rio de Janeiro para São Paulo, mas perdeu contato com o controle aéreo. Campos cumpriria agenda na cidade de Santos, mas não estava acompanhado da candidata a vice, Marina Silva.

Em 2019, o Ministério Público Federal (MPF) arquivou o inquérito que apurava as causas do acidente aéreo que matou Campos. Segundo o órgão, não foi possível definir as razões do acidente devido à falta ou ao não funcionamento de alguns equipamentos na cabine de comando do avião. Além de Campos, mais seis pessoas morreram na tragédia: o piloto, o copiloto e quatro integrantes da equipe de campanha.

Teori Zavascki (2017)

Teori Zavascki, ministro do STF. (Foto: Nelson JR/SCP/STF)
Teori Zavascki, ministro do STF. (Foto: Nelson JR/SCP/STF) (Foto: Nelson JR/SCP/STF)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki morreu em acidente com aeronave que caiu em Paraty, no Rio de Janeiro, no início da tarde do dia 19 de janeiro de 2017. Ministro desde 2012, Teori era relator da Operação Lava Jato no STF, indicado pela então presidente Dilma Rousseff (PT). Na época do acidente, ele estava pronto para homologar a delação da Odebrecht.

LEIA TAMBÉM |Um ano após morte de Teori Zavascki, Lava Jato ganha novos rumos

Um ano depois, a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais divulgou nota em que afirma que "elementos característicos de ação criminosa" não estavam presentes nos vestígios do acidente que há exatamente um ano matou Zavascki. "Algumas envolviam a ideia de que uma conspiração para assassinar o então relator da Lava Jato no STF havia sido levada a cabo com o propósito de frear as decisões do ministro no âmbito da operação", diz a nota, considerando que a dúvida estava eliminada.

Ricardo Boechat (2019)

O jornalista Ricardo Boechat tinha 66 anos
O jornalista Ricardo Boechat tinha 66 anos (Foto: (Reprodução/TV Band))

O jornalista Ricardo Boechat morreu em queda de helicóptero em São Paulo, na manhã do dia 11 de fevereiro de 2019. Em anúncio oficial na TV Bandeirantes, o apresentador José Luiz Datena confirmou a morte do jornalista, visivelmente emocionado. "Nunca pensei que daria esta notícia", afirmou. O radialista de 66 anos estava retornando de Campinas.

Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo. pic.twitter.com/dE4ydLKhIB

A falta de manutenção do helicóptero foi um fator determinante para o acidente que provocou a morte de Boechat, conforme relatório divulgado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB). Ainda, parte da documentação que atestaria a segurança do helicóptero estava faltando ou desatualizada.

Um dos documentos localizados indicava que a última revisão feita no módulo do compressor, um dos componentes do motor da aeronave, havia sido no em 1º de julho de 1988, ou seja, além da falha no motor, outro aspecto que colaborou para a queda do helicóptero foi o descuido com a troca de óleo necessário para lubrificação adequada de engrenagens. A aeronave era um monomotor com capacidade máxima de quatro passageiros, mais a tripulação, da fabricante Bell Helicopter.

Gabriel Diniz (2019)

Gabriel Diniz em 2019
Gabriel Diniz em 2019 (Foto: Reprodução/Youtube)

O cantor Gabriel Diniz, aos 28 anos, morreu em acidente de avião, em Sergipe, no dia 27 de maio de 2015. Além dele, os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias também vieram a óbito, no litoral do Estado. O cantor ficou famoso durante o Carnaval de 2019 com a música "Jennifer".

Segundo relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), a aeronave teria caído por condições meteorológicas adversas, atitude e indisciplina de voo do piloto. De acordo com o relatório, Linaldo, que estava no controle do avião no momento, não avaliou de forma adequada os fatores para a operação da aeronave. A aeronave também não portava o equipamento meteorológico necessário.

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine entainpartners+ clicando aqui

Morre Marília Mendonça: últimas notícias




Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

marília mendonçamarília mendonça avião caiacidente avião marília mendonçamarília mendonça últimas notíciasmarília mendonça hojemarília mendonça avião

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
entainpartners Mapa do site