premierbet.co.ao

premierbet.co.ao - Whindersson Nunes defende lei de regulamentação nas redes sociais

O episódio de Jéssica movimentou tanto as redes sociais quanto o poder público pela aprovação do Projeto de Lei das Fake News

O youtuber e comediante Whindersson Nunes lamentou a morte da estudante Jéssica Canedo, de 22 anos, em um vídeo publicado nas suas redes sociais neste domingo, 24, véspera de Natal. O influenciador, além disso, cobrou a criação da ‘Lei Jéssica Vitória’, pela regulamentação de perfis nas redes sociais.

“Quero iniciar um movimento para ver se contribui para a gente criar uma lei chamada Jéssica Vitória, para aprimorar a legislação brasileira com esse ‘jornalismo não oficial’ que é muito perigoso. Tem gente que tem muito seguidor e diz que não é uma coisa oficial, mas é uma coisa que impacta de verdade milhares de pessoas", disse o influenciador.

Seja assinante premierbet.co.ao+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Que essa lei traga uma sanção civil ou criminal para essa pessoa que poste uma conversa, mesmo que pública, sem ir atrás da veracidade dos fatos”, adiciona.

O episódio de Jéssica movimentou tanto as redes sociais quanto o poder público pela aprovação do Projeto de Lei das Fake News. O PL ampliaria as possibilidades de responsabilização criminal de perfis que divulgam informações falsas.

No Twitter, o ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida, citou a história da jovem para defender o Projeto de Lei. "A regulação das redes sociais torna-se um imperativo civilizatório".

Whindersson defende lei de regulamentação; relembre caso da morte da jovem

Natural de Minas Gerais, Jéssica Canedo morreu na última sexta-feira, 22, após sofrer uma onda de ataques nas redes sociais.

A onda teria começado após páginas de fofocas nas redes sociais – como a Choquei, com mais de 21 milhões de seguidores – divulgarem imagens falsas que indicariam um relacionamento entre ela e Whindersson Nunes.

A jovem chegou a pedir que as páginas excluíssem o conteúdo falso, mas não teve resposta. Em nota, publicada na época, Whindersson disse lamentar o caso. “Perplexo com o desencadeamento desse novo massacre público proporcionado pelo uso negativo das redes sociais”, disse o artista.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

pl das fake newswhinderssonjessica canedoredes sociaischoquei

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
premierbet.co.ao Mapa do site