Fortune Ox

Fortune Ox - Filme "Rememória" aborda reviravoltas da criação teatral na pandemia

Dirigido por Rosana Braga Reis e Mariana Bertini, documentário cênico foi filmado nos municípios de Acarape, Redenção e Fortaleza

Em meio à pandemia de Covid-19, a tecnologia despontou como uma forma de viabilizar obras culturais afetadas pelo distanciamento social. Sem desistir, uma dupla de artistas conseguiu adaptar seus planos ao ambiente virtual e produzir um documentário baseado nisso, relatando, por meio de diferentes pontos de vista, como ocorreu o laboratório cênico pensado por elas antes do distanciamento social obrigatório. “Um documento histórico, que fala sobre o nosso tempo, sobre a pandemia e como o tempo em que vivemos influencia diretamente no trabalho e no processo de criação que está sendo construído e elaborado”, define Mariana Bertini sobre seu documentário,“Rememória”. A obra codirigida por Bertini e Rosana Reis estreia nesta sexta-feira, 6, às 19 horas no YouTube do Theatro José de Alencar (TJA), com duração de 53 minutos.

As diretoras se conheceram e aprenderam sobre as artes da cena durante formação do Curso Princípios Básicos de Teatro e receberam ensinamentos que levaram para a vida. A primeira versão da Oficina da Memória, por exemplo, foi realizada com as “Bertinas”, mulheres da família de Mariana, e ela afirma que foi no curso do TJA que aprendeu a criar a partir do seu cotidiano, agregando ao fazer artístico um pouco da vida pessoal.

Seja assinante Fortune Ox+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para Rosana, “Rememória” é a realização de um sonho e uma oportunidade de se surpreender com o tema trabalhado. No média-metragem, são exibidos relatos das diretoras e de um grupo de sete artesãs da cidade de Acarape (CE), que foram convidadas a participar da Oficina da Memória, projeto de Rosana e Mariana. “Eu acredito que toda vez que você documenta e torna públicos determinados processos, você eterniza mesmo”, defende Bertini. Ela conta ainda que a proposta inicial era levar as histórias para o palco, o que realizaram juntamente com algumas das artesãs quando a pandemia foi flexibilizada.

A Oficina da Memória é um laboratório cênico realizado pelo "Para Minhas Filhas", que discute, através da arte, os dilemas existentes na vida das mulheres e que são passados de geração em geração. Inicialmente, ele foi idealizado por Priscila Machado e Rosana Reis, a fim de unir teatro e audiovisual e dar corpo ao projeto a partir de suas histórias pessoais. Priscila já deixou o processo, enquanto Mariana – que entrou no projeto quando as criadoras perceberam que precisavam da direção de alguém de confiança – divide a coordenação com Reis. Para que o “Rememória” existisse, a ideia por trás do laboratório cênico foi a de pesquisar a memória, a invenção e a repetição no universo feminino, fazendo isso com artistas de contextos diferentes das diretoras.

Dessa forma, o processo, que começou querendo abranger vários artistas do interior do Ceará, focou no grupo de artesãs. Quando Mariana e Rosana discutiram o projeto com sua produtora em Acarape, Megg Lima, ela sugeriu as artesãs: um grupo de senhoras de todas as idades, com um trabalho diverso e bem organizado. Assim surgiu a Oficina da Memória com elas, parceria iniciada em 2020 que resiste até hoje e é apresentada ao longo do documentário. Ângela Maria, integrante do grupo, conta que se sentiu grata ao ser convidada para participar. "A importância que eu dou é a de ser reconhecida como artesã, coisa que a gente nunca foi neste município aqui. Pelo menos eu não lembro de ser reconhecida como artesã de forma alguma, e isso valorizou muito a gente”, conta.

Para Mariana, “Rememória” pode ser resumido em parceria, já que sem isso não seria possível a realização do documentário, e permanência, pois acredita na capacidade do documentário de registrar momentos. Além do lançamento da obra nas redes sociais do TJA, a expectativa é voltar de vez aos palcos. “Eu acredito que o futuro do projeto seja o espetáculo do 'Para Minhas Filhas', e já estamos aí confabulando caminhos para que seja possível ele acontecer”, afirma Bertini.

Rememória

Quando: sexta-feira, 6, às 19 horas
Onde:YouTube do Theatro José de Alencar
Mais informações:instagram@tja.theatrojosedealencar

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker. Confira o podcast clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
Fortune Ox Mapa do site