Interrupção de chamada

Interrupção de chamada - lembre a história do sanfoneiro que encantou o País

Tributo realizado por diversos artistas em homenagem aos 80 anos de Dominguinhos será exibido no YouTube neste sábado, 11

Ao longo de mais de 50 anos de carreira, o sanfoneiro Dominguinhos encantou o Brasil com seu talento, ficando marcado na história da música popular brasileira como compositor, instrumentista e performer. Assim, apesar de ter falecido em 2013, o artista ainda é lembrado e homenageado por quem o admirava.

É o caso do especial “Dominguinhos 80”, realizado pelo projeto Memória Brasileira. Gravado em 2022, no Teatro Vivo, em São Paulo, o programa traz 11 artistas ligados ao sanfoneiro para interpretarem sucessos dele e celebrarem seu legado. O tributo será exibido no canal do projeto no YouTube neste sábado, 11, às 20 horas. Antes de assistir à programação, relembra a história e importância de Dominguinhos.

Dominguinhos 80 anos: vida pessoal e carreira

Nascido em fevereiro de 1941, o pernambucano José Domingos de Morais teve a música presente em sua vida desde a infância. Principalmente por influência do pai, que era conhecido como Mestre Chicão, famoso na região em que moravam por ser sanfoneiro e afinador de sanfonas. Foi ele quem deu a Dominguinhos a primeira sanfona, quando este tinha apenas 6 anos de idade.

Seja assinante Interrupção de chamada+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A partir desse dia, tomou forma o amor pela música e, juntamente com os irmãos, ele passou a tocar em portas de hotéis e feiras. Em uma dessas experiências, Luiz Gonzaga encontrou Dominguinhos se apresentando em um hotel e encantou-se com seu talento na sanfona. Convidou-o para seguirem ao Rio de Janeiro. Anos depois, tal encontro aconteceu e foi o ponto de partida para que o jovem ganhasse um padrinho na música e um novo nome artístico, já que antes era conhecido até então como Neném do Acordeon.

Dominguinhos participou de sua primeira gravação aos 16 anos, tocando sanfona na música “Moça de Feira”, presente no disco “O Reino do Baião” de Luiz Gonzaga. Depois disso, passou a participar de programas de rádio, realizar apresentações em casas noturnas e integrar a primeira formação do grupo de forró Trio Nordestino.

Alguns anos depois, foi observado pelo empresário Guilherme Araújo, que o convidou para trabalhar com Gal Costa e Gilberto Gil, algo essencial para a expansão de sua carreira. Foram mais de 50 discos lançados, além de parcerias com músicos como Elba Ramalho, Djavan e Chico Buarque. E foi vencedor do Grammy Latino em 2002, com o álbum “Chegando de Mansinho”.

Dominguinhos pelos olhos de outros artistas

No último dia 12, o sanfoneiro teria completado 82 anos. Na ocasião, alguns artistas ligados a ele celebraram o dia e seu legado vivo. Confira mensagens deixadas por músicos em suas redes sociais.

Mariana Aydar (@marianaaydar)

“Que sorte a minha de ter convivido com uma das almas mais generosas, humildes e geniais que eu já vi! Uma combinação difícil de acontecer. Um mestre de verdade. Levarei ele comigo sempre, eterno, inesquecível. Viva Dominguinhos!”

Liv Moraes (@livmoraesoficial)

“Hoje meu pai completaria 82 anos de vida! Para mim não só hoje, mas todos os dias são dele, porque meu pai é minha maior referência e amor. Viva Dominguinhos! Te amo, meu pai, você é minha saudade diária”.

Cosme Vieira (@cosmevieiraoficial)

“12 de Fevereiro. Dia de Dominguinhos, aliás todos são! Sou muito grato em ter conhecido essa luz em vida, o cara que mais me emocionou ao toque da sanfona, ver o cuidado que tinha com todos, o respeito e carinho. A vida me presenteou, te agradeço Dominguinhos por não só nos ensinar sua música e sua arte, mas também generosidade e humildade. Ensinar que a música vai muito além de simplesmente tocar. Viva o maior de todos os tempos.”

Mestrinho (@mestrinhomestrinho)

“Hoje é dia do meu maior e eterno ídolo! É um dia que fico muito emotivo porque vem um caminhão de lembranças! Lembro de todas as vivências ao seu lado, do acolhimento que ele teve não só comigo mas com tantas outras pessoas! Pessoa generosa, humilde, um gênio! Agradeço a Deus por todos os aprendizados ao seu lado! Obrigado por tudo meu mestre! Serei eternamente grato e te homenagearei até meus últimos dias aqui na terra! Para sempre Dominguinhos!”

Dominguinhos 80 anos: 3 músicas para conhecer o artista

"Eu só quero um xodó"

"De volta pro meu aconchego"

"Isso aqui tá bom demais"

Documentário “Dominguinhos 80 anos”

Lançado em 2014, um ano após a morte do artista, o filme “Dominguinhos” retrata a vida do sanfoneiro, cantor e compositor José Domingos de Morais a partir de imagens de arquivo e narração do próprio biografado. Ao longo da obra, é possível conhecer desde a infância dele até sua fase mais famosa.

O filme conta com três diretores, incluindo a cantora Mariana Aydar, que já gravou um disco em homenagem ao sanfoneiro, intitulado “Cavaleiro selvagem aqui te sigo”.

“Dominguinhos” está disponível na plataforma de streaming Looke.

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker. Confira o podcast clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

dominguinhosdominguinhos 80 anosvida e artehomenagemespecialsertanejoforró

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
Interrupção de chamada Mapa do site